Os Peregrinos

O caminho não é novo... O novo está em nós, no nosso jeito de caminhar!

Também sou "bixo"!!!

Passei em Letras, na ULBRA!
O curso é EAD, mas tem o peso de um faculdade presente em todo o país!
O vestibular consistia apenas em uma redação. E, segundo a diretora do campus, só reprovaria quem não soubesse escrever.
Havia dois temas, dos quais eu teria que escolher um: A fraude de Nelsinho Piquet, ou as Olimpíadas de 2016 (no Rio de Janeiro).
Escolhi a do Nelsinho, porque falava sobre valores. O texto de apoio dizia que o Nelsinho esquecera os valores aprendidos no seio de sua família. A redação deveria ser feita a partir de uma pergunta: "É válido negar os valores de berço para obedecer a ordem do chefe?"
Não fiquei com cópia do que escrevi, mas ainda lembro o esqueleto da redação. Ficou mais ou menos como segue, abaixo. Vejam se passei:
-----------------------------------------------------------
"Que valor tem isso?"
Seja na história da humanidade, seja no dia-a-dia de uma nação, ou de uma pequena comunidade, seja na nossa própria vida particular, o fio condutor dos acontecimentos são os valores, ou a ausência deles.
Quem define os valores ou contravalores são a Ética e a Moral, sejam elas civis ou religiosas. Por isso, um valor depende da época, lugar e realidade a que se aplica. Nos dias de hoje, a porção ocidental vive o predomínio dos costumes cristãos, ainda que seja um cristianismo desviado de suas origens.
É inserido nessa realidade que encontramos Nelsinho Piquet, filho do ilustre campeão Nelson Piquet. Atendendo ao pedido do chefe, ele trapaceou numa corrida. Isso chocou o mundo da Fórmula 1. Mas para nós, brasileiros, o que deveria chocar foi a postura da família Piquet. Afinal, essa situação toda veio à tona por causa de uma investigação, e não pela possível denúncia do Sr. Nelson, que poderia ter usado seu respeitável nome e influência para enfrentar a escuderia de seu filho.
Mas o pior foi o que disse o Nelson Pai, durante o processo. Ele afirmou que tudo iria ficar bem, pois seu dinheiro bancaria os melhores advogados para cuidar do caso do seu filho. De fato, Nelsinho saiu impune. Mas não foi só o mundo da Fórmula 1 que perdeu. Sendo a família Piquet tão ilustre, que exemplo deixou para as famílias do nosso Brasil?

2 caminhantes:

Ahhh letrêro!!! uhuhuhuhhuhuuh Parabéns pelo curso!! e pela redação! eu estava completamente por fora disso tudo, mas no fim das contas sempre acreditei que dinheiro compra tudo, inclusive valores!

quarta-feira, 28 outubro, 2009  

Caminhante não há caminho, o caminho se faz ao caminhar....

Acho que isso é neruda...rsrs.

Bacana demais esse post.

Adorei o blog.

Abraço fraterno.

Filosofia dos anjos.

quarta-feira, 10 fevereiro, 2010